Transporte Público

0
Reprodução web
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Quem mora na Zona Oeste do Rio de Janeiro e depende do transporte público para se locomover ao longo do dia já está cansado de saber que a situação dos ônibus na região é precária e não oferece o menor conforto e segurança.

Bancos soltos, botões que não funcionam, pneus carecas e espelhos retrovisores quebrados são só alguns dos muitos fatores que colocam em risco a integridade física de quem precisa andar de ônibus.

Quem depende da condução pública em geral, sabe que quando o tão ‘esperado’ transporte passa, é necessário um pouco mais de sorte para conseguir entrar. Como se não bastassem as dificuldades diárias do transporte direcionado à Zona Oeste, uma situação um tanto quanto inusitada ocorreu recentemente, a Supervia, concessionária responsável pelos trens, anunciou uma medida que cancelaria os trens diretos que partiam da estação Campo Grande, inserindo assim, todo o fluxo de passageiros na linha Santa Cruz x Central. Rapidamente, após a divulgação da medida, uma enxurrada de reclamações tomou as redes sociais, inclusive na página da Supervia.

Os trens já concentram diariamente milhares de pessoas, e como já foi citado, é necessário um pouco mais de sorte para pegar um transporte nos horários de rush.  Não são apenas os ônibus e os trens que são alvos de reclamações, o BRT também não fica para trás, há tempos os passageiros solicitam uma unidade que siga da estação Campo Grande, que fica concentrada na Rodoviária do bairro, até a Alvorada. Mas, como já era de se esperar, a promessa ficou só em palavras mesmo, pois desde a inauguração do BRT em 2014, existe uma estação que não foi ativada, a Maria Tereza, na Estrada do Monteiro, que segundo as promessas, seria a estação que ligaria ao trajeto desejado.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.